Resultados: 8

Cuidado intersetorial em saúde mental na infância e adolescência: para além da instituição saúde

Objetivo: discutir as vivências dos profissionais no cuidado em rede intersetorial voltado à criança e adolescente e suas articulações/trabalho no território. Método: pesquisa qualitativa, exploratório-descritivo, desenvolvida com 26 trabalhadores da rede intersetorial, em um município do Rio Gr...

Atenção psicossocial infantojuvenil: interfaces com a rede de saúde pelo sistema de referência e contrarreferência

Texto & contexto enferm; 26 (3), 2017
RESUMO Objetivo: descrever as características da articulação entre os serviços que compõem a rede de saúde mental infantojuvenil, através do sistema de referência e contrarreferência. Método: estudo descritivo desenvolvido em 25 serviços, a partir de informações obtidas em questionários a...

Rede de cuidado em saúde mental: visão dos coordenadores da estratégia saúde da família

Rev. gaúch. enferm; 38 (1), 2017
RESUMO Objetivo Objetivou-se analisar a visão de coordenadores da Estratégia Saúde da Família (ESF) sobre a conformação da rede de saúde mental no município de Pelotas/RS. Método Estudo descritivo e exploratório, com abordagem qualitativa, realizado com seis coordenadores de ESF no ano de 2...

Interfaces entre serviços e ações da rede de atenção psicossocial às crianças e adolescentes

Rev. gaúch. enferm; 37 (3), 2016
RESUMO Objetivo Conhecer as ações e as parcerias que compõem a rede de atenção psicossocial à criança e ao adolescente assistidos no CAPSi. Método Estudo qualitativo, realizado com 26 trabalhadores, pertencentes à rede intersetorial do município de São Lourenço do Sul/RS, por meio de entr...

Gift theory among groups of users of crack and other drugs

Texto & contexto enferm; 24 (2), 2015
This is an excerpt from a dissertation which sought to investigate the meaning of gift theory among groups of users of crack and of other drugs within the scenarios of use. The study has an ethnographic approach; participants were 13 persons who made use of crack and other drugs in the scenarios of use i...

Sociodemographic conditions and patterns of crack use among women

Texto & contexto enferm; 23 (4), 2014
The aim of this study was to characterize the sociodemographic conditions and patterns of crack use among women. A descriptive-exploratory study with a qualitative approach was performed in January 2012, using semi-structured interviews with 16 women who use or used crack, and were enrolled in the Damage...

Metodologia de análise de redes do cotidiano num serviço residencial terapêutico: um estudo de caso

Rev. eletrônica enferm; 15 (1), 2013
O presente trabalho é um estudo sobre a aplicação da Metodologia de Análise de Redes do Cotidiano (MARES) com moradores de dois Serviços Residenciais Terapêuticos de Caxias do Sul-RS. Trata-se de um recorte da pesquisa "Redes que reabilitam: avaliando experiências inovadoras de composição de red...

O trabalho em serviços da rede de atenção psicossocial: dificuldades enfrentadas pelos trabalhadores

Cogitare enferm; 17 (4), 2012
Para identificar os trabalhadores que enfrentam situações, as quais os incomodam no trabalho, conforme variáveis sociodemográficas e de inserção no trabalho, para descrevê-las e relacioná-las à estrutura e ao processo nos serviços de saúde mental comunitária foi realizado um estudo transversa...