Resultados: 5

Síndrome da fragilidade e o uso de tecnologias assistivas em idosos

Objetivo: Analisar a associação entre a síndrome da fragilidade e o uso de tecnologias assistivas em idosos de um ambulatório. Método: Pesquisa transversal, com 374 idosos, entre fevereiro de 2016 a fevereiro de 2017. A coleta de dados contemplou instrumento estruturado e Escala de Fragilidade de Ed...

PACIENTES INTENSIVOS NA RECUPERAÇÃO PÓS-ANESTÉSICA: DIFICULDADES NA ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM

Rev. SOBECC; 24 (1), 2019
Objetivo: Descrever as dificuldades da equipe de enfermagem na assistência ao paciente intensivo na Recuperação Pós-Anestésica (RPA). Método: Estudo exploratório, descritivo, realizado com 40 profissionais de enfermagem que atuam na RPA de um hospital público no Rio Grande do Sul, por meio da apl...

Tecnologia assistiva e envelhecimento ativo segundo profissionais atuantes em grupos de convivência

Rev. Esc. Enferm. USP; 52 (), 2018
RESUMO Objetivo Identificar o conhecimento de profissionais sobre a tecnologia assistiva e a sua importância na vida do idoso. Método Estudo exploratório descritivo com abordagem qualitativa, realizado com profissionais atuantes em três grupos de convivência de Cajazeiras/PB. Os dados foram cole...

O uso da tecnologia assistiva no resgate da autonomia de pacientes com sequelas da Hanseníase

Trata-se de um estudo sobre a abordagem da terapia ocupacional em nível de reabilitação em saúde, cujo foco é a autonomia de pacientes com sequelas da hanseníase. Constituem temas desta pesquisa: a adoção da tecnologia assistiva no processo de cuidado, a subjetividade, a autonomia do cliente. Os ...

Elaboração e validação de instrumento de avaliação de tecnologia assistiva

Rev. eletrônica enferm; 17 (2), 2015
Tecnologias Assistivas consistem em recursos, métodos, estratégias que favorecem autonomia e inclusão de idosos e pessoas com deficiência, sendo escassos na literatura instrumentos que as avaliam. Estudo metodológico realizado com painel de especialistas e pessoas com deficiênci...