Resultados: 6

Intervenções em saúde mental para profissionais de saúde frente a pandemia de Coronavírus

Rev. enferm. UERJ; 28 (), 2020
Objetivo: refletir sobre as intervenções/ações de cuidado em saúde mental voltados aos profissionais da saúde que prestam assistência ao paciente suspeito ou diagnosticado com COVID-19. Conteúdo: A pandemia de COVID-19 traz o desafio para profissionais da saúde em lidar com sua própria saúde m...

Sentidos do trabalho e resiliência: vivências de profissionais da Estratégia Saúde da Família

O objetivo deste estudo foi compreender a relação entre os sentidos atribuídos ao trabalho e os processos de resiliência de profissionais da Estratégia Saúde da Família. Trata-se de um estudo de caso único integrado, de natureza qualitativa, desenvolvido com profissionais de saúde que atuam nas ...

Satisfação e sobrecarga de trabalho entre profiissionais de equipes da Atenção Primária à Saúde

Introdução: O trabalho na Atenção Primária em Saúde requer competências dos profissionais que atuam na Rede de Atenção à Saúde. A complexidade laboral exigida pelos profissionais das equipes, considerando as relações interpessoais, as vivências de situações de saúde sociais complexas, be...

Experiências dos idosos e profissionais da saúde relacionadas ao cuidado pela estratégia saúde da família

Rev. enferm. UERJ; 24 (5), 2016
Objetivo: verificar como os profissionais da estratégia saúde da família realizam o cuidado aos idosos. Método: pesquisa qualitativa e descritiva, a coleta de dados deu-se por entrevista semiestruturada individual com 15 idosos e nove profissionais, em três municípios da região oeste de Santa Cata...

Representações Sociais de Profissionais de Saúde sobre HIV/Aids: uma comparação entre homens e mulheres

Este estudo objetiva comparar os conteúdos e estruturas das representações sociais do HIV/aids entre profissionais de saúde dos sexos masculino e feminino, atuantes em unidades de saúde localizadas no Rio de Janeiro e Niterói. Trata-se de um estudo exploratório-descritivo, com abordagem qualitativ...

Práticas integrativas e complementares como recurso de saúde mental na Atenção Básica

Rev. gaúch. enferm; 38 (4), 2017
Resumo OBJETIVO Verificar o conhecimento dos profissionais atuantes na Atenção Básica sobre as Práticas Integrativas e Complementares (PIC) e se as percebem como um recurso de cuidado em Saúde Mental. MÉTODO Estudo quantitativo, realizado com 70 profissionais de uma Unidade Básica de Saúde no m...