Resultados: 15

Epidemiologia, políticas públicas e pandemia de Covid-19: o que esperar no Brasil?

Rev. enferm. UERJ; 28 (), 2020
Objetivo: discutir as experiências e contradições no controle da pandemia de Covid-19 sob a perspectiva da epidemiologia e das políticas públicas brasileiras. Conteúdo: o debate apresentado divide-se em duas seções: a primeira traça a reflexão dos parâmetros epidemiológicos sobre a curva epid...

Perfil de jovens universitários e as suas perceções face à maternidade e paternidade

Referência; 4 (23), 2019
ENQUADRAMENTO: É necessário refletir sobre os significados sociais, culturais, educacionais e simbólicos da experiência da maternidade e paternidade entre jovens e saber quais são as suas preocupações, desafios, ansiedades e medos. OBJETIVO: Analisar as perceções de universitários acerca da mat...

Projeto político-pedagógico e formação crítico-reflexiva: elementos facilitadores e dificultadores

Rev. enferm. UERJ; 24 (5), 2016
Objetivo: identificar, na literatura científica da enfermagem, elementos facilitadores e dificultadores da construção do projeto político-pedagógico e da formação crítico-reflexiva de enfermeiros. Método: revisão integrativa guiada pelas questões: O que a literatura expressa sobre a construç...

O pensamento crítico como competência para as práticas do enfermeiro na estratégia saúde da família

Rev. enferm. UERJ; 26 (), 2018
RESUMO Objetivo promover reflexões sobre práticas de cuidado realizadas pelo enfermeiro na estratégia saúde da família e o pensamento crítico como competência necessária para desenvolvimento das mesmas. Método trata-se de estudo teórico-reflexivo construído mediante leitura de legislaçõe...

A moral e o pensamento crítico: competências essenciais à formação do enfermeiro

Rev. enferm. UERJ; 25 (), 2017
Objetivo: refletir sobre a moral e o pensamento crítico enquanto competências a serem desenvolvidas durante a formação do enfermeiro. Conteúdo: discute-se quatro categorias temáticas previamente estabelecidas: a ética e a moral ou moralidade; o desenvolvimento moral, na perspectiva de Kohlberg; um...

A aplicação da precaução e da prevenção no ambiente de trabalho

Rev. enferm. UERJ; 24 (3), 2016
Objetivos: fortalecer o debate sobre a temática no campo da saúde e da enfermagem, práticas sociais que contribuem para a defesa de um projeto civilizatório democrático e um ordenamento social pautado pela justiça e equidade. Método: ensaio teórico-conceitual sobre o direito à vida, à saúde e ...

Análise de redes sociais: uma proposta metodológica para a pesquisa em saúde e na enfermagem

Rev. enferm. UERJ; 23 (6), 2015
A metodologia de análise de redes sociais é uma proposta de estudo que analisa as estruturas sociais, suas interações e redes sociais. A partir de sociogramas e indicadores, é possível fazer uma análise quantitativa e qualitativa do modo como ocorrem as interações, a mediação do conhecimento e...

O conhecimento dos enfermeiros residentes sobre o cuidado à pessoa com estomia intestinal

Rev. enferm. UERJ; 23 (5), 2015
Objetivou-se analiar as potencialidades e fragilidades no conhecimento dos enfermeiros residentes acerca do cuidado ao cliente com estomia intestinal. Trata-se de uma pesquisa quantitativa e transversal, desenvolvida em hospital universitário no Município do Rio de Janeiro, no ano de 2012, com 35 resid...

Análise de redes sociais na atenção primária em saúde: revisão integrativa

Resumo Objetivo: Redes sociais são entendidas como as relações que conectam pessoas, grupos ou instituições, e exercem influência no acesso aos serviços de saúde. A análise de redes sociais é um método quantitativo, usado em estudos sobre relações sociais de diversas áreas, incluindo a sa...