Resultados: 8

Características do pré-natal na perspectiva de mulheres atendidas em unidades de atenção primária à saúde

Objetivo: descrever as características da assistência pré-natal na perspectiva das usuárias do serviço em Unidades de Atenção Primária à Saúde. Método: estudo qualitativo, descritivo, exploratório, em que participaram 17 mulheres internadas em uma maternidade pública. A produção de dados a...

Diagnósticos e intervenções de enfermagem em famílias de crianças hospitalizadas

Rev. enferm. UERJ; 24 (4), 2016
Objetivo: identificar os principais diagnósticos de enfermagem (DE) em famílias de crianças hospitalizadas e descrever as intervenções de enfermagem (IE) em um grupo de apoio aos pais e familiares (GRAPF) dessas crianças. Método: pesquisa descritiva, de abordagem quantiqualitativa, realizada na un...

Forças que interferem na maternagem em unidade de terapia intensiva neonatal

Texto & contexto enferm; 26 (3), 2017
RESUMO Objetivo: identificar as forças impulsoras e restritivas envolvidas no processo de maternagem aos recém-nascidos hospitalizados em uma unidade de terapia intensiva neonatal. Método: pesquisa descritiva e exploratória, de abordagem qualitativa, que possui como referencial a Teoria de Campo de...

Pistas para potencializar grupos na Atenção Primária à Saúde

Rev. bras. enferm; 69 (5), 2016
RESUMO Objetivo: Analisar os aspectos que potencializam grupos na Atenção Primária à Saúde segundo seus coordenadores e participantes. Método: Estudo descritivo de abordagem qualitativa, realizado com um grupo de promoção da saúde vinculado a uma Unidade de Saúde da Família. Os dados foram c...

Qualidade de vida para avaliação de grupos de promoção da saúde

Rev. bras. enferm; 69 (2), 2016
RESUMO Objetivo: analisar o uso da avaliação da qualidade de vida (QV) como estratégia para avaliar o trabalho com grupos de promoção da saúde na comunidade. Método: estudo transversal, descritivo e analítico. Participantes de dois grupos de idosos (n=46) foram entrevistados individualmente par...

Assistência de enfermagem a familiares de recém-nascidos em unidade de terapia intensiva neonatal: revisão integrativa

Ciênc. cuid. saúde; 12 (4), 2013
A hospitalização de um bebê em uma Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN) gera medo e insegurança nos pais e familiares, requerendo, por parte dos profissionais de saúde, estratégias para minimizar a angústia desse momento. Esse estudo objetivou identificar as estratégias de intervenção u...

Grupo de suporte como estratégia para assistência de enfermagem à família de recém-nascidos hospitalizados

Rev. eletrônica enferm; 14 (1), 2012
Estudo descritivo, exploratório, convergente assistencial. OBJETIVO: descrever o percurso metodológico do uso da tecnologia de grupo para o cuidado de enfermagem às famílias dos recém-nascidos (RN) internados em Unidade de Terapia Intensiva, oferecendo suporte emocional e informações. A coleta de ...

Fatores terapêuticos em grupo de suporte na perspectiva da coordenação e dos membros do grupo

Acta paul. enferm; 25 (1), 2012
OBJETIVO: Identificar os fatores terapêuticos presentes nas sessões de um Grupo de Apoio a Pais e Familiares de crianças hospitalizadas, na perspectiva dos participantes e da coordenação do grupo. MÉTODOS: Pesquisa descritiva, exploratória. Os dados foram obtidos por intermédio de um check list p...