Resultados: 4

Vivências de famílias de crianças em intraoperatório: a arte como possibilidade de cuidado

Rev. enferm. UERJ; 27 (), 2019
Objetivo: compreender as vivências de famílias de crianças em período intraoperatório, participantes de oficina de biscuit. Método: pesquisa qualitativa, modalidade fenomenológica, realizada em um hospital público, de ensino, localizado no estado de São Paulo, com 13 famílias de crianças em pe...

Atividades de arteterapia na reabilitação de usuários da atenção psicossocial

Objetivo: Este estudo objetivou conhecer as contribuições da arteterapia na reabilitação de usuários de um Centro de Atenção Psicossocial (CAPS). Método: Trata-se de uma pesquisa qualitativa realizada em 2016, por meio da aplicação de entrevista semiestruturada. Os dados foram analisados utiliz...

Necessidades de saúde e o cuidado de enfermagem

Rev. bras. enferm; 69 (6), 2016
RESUMO Objetivo: apresentar os conceitos de necessidades em distintas vertentes para discutir a possibilidade de um atendimento que incorpore, no serviço de saúde, uma visão mais abrangente das vulnerabilidades humanas. Método: os argumentos se pautam em teoristas de enfermagem que trabalharam na c...

Oficinas terapêuticas como instrumento de reabilitação psicossocial: percepção de familiares

As oficinas terapêuticas permitem a possibilidade de projeção de conflitos internos/externos por meio de atividades artísticas, com a valorização do potencial criativo, imaginativo e expressivo do usuário. Objetivou-se identificar a percepção dos familiares sobre as oficinas terapêuticas desenv...