Câncer de boca: o desafio da abordagem por dentistas

Rev. enferm. UFPE on line; 11 (11), 2017
Publication year: 2017

Objetivo:

compreender as práticas dos dentistas na abordagem do câncer de boca.

Método:

estudo qualitativo, com a participação de 17 dentistas e informantes-chave da Estratégia de Saúde da Família/ESF. A produção de dados envolveu a observação participante do contexto institucional e entrevistas semiestruturadas. O material empírico foi reunido e analisado por meio da técnica de Análise de Conteúdo, na modalidade Análise Temática.

Resultados:

invisibilidade da doença, marcada pela ausência de discussão institucional do tema; inexistência de fluxos que orientem para o cuidado integral aos usuários com lesões suspeitas ou confirmadas; insegurança dos dentistas no diagnóstico de lesões potencialmente malignas e baixo envolvimento multiprofissional visando ao cuidado integrado.

Conclusão:

a atenção fragmentada expõe trabalhadores e usuários a uma modalidade de violência institucional. É fundamental investir na formação das equipes da ESF para melhorar a perspectiva do cuidado e do diagnóstico precoce do câncer de boca.