Resultados: 8

Consulta de pré-natal na atenção primária à saúde: fragilidades e potencialidades da intervenção de enfermeiros brasileiros

ENQUADRAMENTO: Para assegurar a qualidade do período pré-natal e reduzir a morbimortalidade materna e neonatal, os enfermeiros que exercem funções na atenção primária à saúde precisam de realizar consultas pré-natais voltadas para a identificação e prevenção de desfechos perinatais desafor...

Caracterização de adolescentes com diabetes mellitus atendidos em ambulatório de hospital de ensino

Rev. enferm. UFSM; 9 (), 2019
Objetivo: caracterizar o perfil sociodemográfico e clínico de adolescentes com diabetes mellitus atendidos em ambulatório de um hospital de ensino. Método: pesquisa descritiva exploratória com abordagem quantitativa. Os dados foram analisados por meio da estatística descritiva. Resultados: analisar...

Adolescentes que podem se infectar pelo HIV e adolescentes que têm AIDS: revisão narrativa

Rev. enferm. UFPE on line; 4 (3,n.esp), 2010
Objetivo: analisar a produção científica brasileira de Enfermagem na temática do HIV e da AIDS na adolescência. Metodologia: trata-se de estudo de revisão narrativa de literatura, com busca de artigos nas bases de dados: MEDLINE, LILACS, BDENF e nos portais: SCIELO e CAPES, com as palavras ―HIV...

Cotidiano terapêutico do adolescente que tem HIV/Aids: ocupação em se cuidar e solicitude da família

Ciênc. cuid. saúde; 12 (1), 2013
Investigação fenomenológica com objetivo de compreender o cotidiano terapêutico do adolescente que tem HIV/aids. Após a aprovação pelo Comitê de Ética, desenvolveu-se a entrevista, no período de dezembro de 2009 a maio de 2010, com 16 adolescentes que têm HIV/aids, faixa etária de 13 a 19 ano...

Diagnóstico revelado à criança e ao adolescente com HIV/AIDS: implicações para o familiar/cuidador

Rev. enferm. UERJ; 24 (3), 2016
Objetivo: desvelar a percepção do familiar/cuidador sobre o diagnóstico de infecção pelo vírus da imunodeficiência humana e síndrome da imunodeficiência adquirida (HIV/AIDS) revelado à criança/adolescente que vive com a infecção. Método: qualitativo, a partir do Método Criativo Sensível. ...

Cotidiano terapêutico do adolescente que tem HIV/AIDS: ocupação em se cuidar e solicitude da família

Ciênc. cuid. saúde; 12 (1), 2013
Investigação fenomenológica com objetivo de compreender o cotidiano terapêutico do adolescente que tem HIV/aids. Após a aprovação pelo Comitê de Ética, desenvolveu-se a entrevista, no período de dezembro de 2009 a maio de 2010, com 16 adolescentes que têm HIV/aids, faixa etária de 13 a 19 ano...

O cotidiano do adolescente que tem HIV/AIDS: impessoalidade e disposição ao temor

Texto & contexto enferm; 22 (3), 2013
Investigação fenomenológica com objetivo de compreender o cotidiano terapêutico do adolescente que tem HIV/aids. Foram entrevistados 16 adolescentes de 13 a 19 anos, assistidos pelo serviço de saúde, conhecedores de seu diagnóstico, de dezembro/2009 a maio/2010, no Hospital Universitário de Santa...