Simulação realística: método de melhoria de conhecimento e autoconfiança de estudantes de Enfermagem na administração de medicamento
Realistic simulation: method of improving knowledge and self-confidence of nursing students in the administration of medication

REME rev. min. enferm; 22 (), 2018
Publication year: 2018

Objetivo:

identificar se o emprego de simulação realística interfere na aquisição, retenção de conhecimento e na autoconfiança para administração de medicamento por via parenteral em estudantes de diferentes faixas etárias do curso de graduação em enfermagem.

Método:

estudo quase-experimental, quantitativo desenvolvido em uma universidade pública do Distrito Federal. A simulação realística foi o método de ensino adotado, com 40 estudantes do sexto ao oitavo semestres do curso de graduação em Enfermagem para abordagem da administração de medicamento por via parenteral. Os dados de identificação e de conhecimento foram coletados por meio de questionário estruturado e a autoconfiança por meio da escala de autoconfiança (self confidence scale), validada para a língua portuguesa. Foram considerados significativos os resultados com p<0,05.

Resultados:

a maioria (85%) dos estudantes era do sexo feminino, com idade média de 24±5 anos. Os estudantes apresentaram melhora significativa (p=0,001) do conhecimento sobre a técnica de administração de medicamentos por via parenteral do préteste para o pós-teste após emprego da simulação realística. Os estudantes com idade <29 anos apresentaram melhora no desempenho na técnica de administração de medicamentos nas diferentes fases do estudo, comparados àqueles com idade ≥ 29 anos. De forma geral, o nível de autoconfiança após simulação realística nas diferentes fases do estudo melhorou (p=0,03).

Conclusão:

identificou-se que estudantes mais jovens (18 a 28 anos) têm mais tendência à aquisição de conhecimento cognitivo e prático após implementação de estratégia de simulação realística. Sobretudo, a autoconfiança deles apresentou significativo aumento entre as fases do estudo.(AU)