Efeitos da auriculoterapia no tempo de trabalho de parto e taxa de cesárea: ensaio clínico randomizado
Effects of auriculotherapy on labor time and cesarean section rate: randomized clinical trial

REME rev. min. enferm; 22 (), 2018
Publication year: 2018

OBJETIVO:

avaliar os efeitos da auriculoterapia sobre o tempo de trabalho de parto e taxa de cesárea.

MÉTODO:

trata-se de um ensaio clínico controlado e randomizado, paralelo e triplo-cego. Foram selecionadas 102 parturientes com idade gestacional ≥ 37 semanas, dilatação cervical ≥ 4 cm e duas ou mais contrações em 10 minutos. As parturientes foram distribuídas aleatoriamente em três grupos em um hospital universitário do interior do estado de São Paulo, Brasil, para receber: auriculoterapia, placebo ou participar como controle, sem intervenção. A auriculoterapia foi aplicada com microesferas de cristal em quatro pontos estratégicos.

A comparação dos efeitos do tratamento foi feita por meio dos testes:

Kruskal-Wallis, exato de Fisher e qui-quadrado.

RESULTADOS:

a média de duração do trabalho de parto foi menor no grupo de auriculoterapia (607,8 versus placebo: 867,9 versus controle: 694,7 minutos; p-valor = 0,845); a taxa de cesárea foi maior no grupo placebo (55,9% versus auriculoterapia: 26,5% versus controle: 20,6%; p-valor = 0,0045).

CONCLUSÃO:

as parturientes que receberam auriculoterapia mostraram menor taxa de cesárea em relação ao grupo placebo e menos tempo de trabalho de parto ao comparar com os demais grupos, porém novos estudos se fazem necessários.

Registro:

nº RBR-47hhbj.(AU)