Resultados: 4

Critérios para avaliação de novas tecnologias para esterilização

Rev. SOBECC; 22 (3), 2017
Objetivo: Discorrer sobre critérios e métodos que devem nortear a avaliação de novas tecnologias para esterilização. Método: Estudo de revisão narrativa mediado pela busca e interpretação da legislação nacional relacionada aos processos de esterilização, normas técnicas e documentos que em...

Avaliação de danos em nasofibroscópio flexível desinfetado com ácido peracético

Rev. SOBECC; 22 (3), 2017
Objetivo: Avaliar a ocorrência de possíveis danos em nasofibroscópios causados pela desinfecção em ácido peracético. Método: Pesquisa aplicada. Três nasofibroscópios novos, submetidos à desinfecção com ácido peracético, foram acompanhados e fotografados em microscópio esteroscópio, ao lo...

Avaliação de tecnologias no centro cirúrgico, recuperação pós-anestésica e centro de material e esterilização

Rev. SOBECC; 21 (4), 2016
Introdução: As tecnologias em saúde são essenciais no centro cirúrgico (CC), na recuperação pós-anestésica (RPA) e no centro de material e esterilização (CME). Por isso, há grande pressão para sua incorporação tecnológica, o que demanda alto investimento e elevados custos operacionais. Ob...

Desinfetantes de alto nível alternativos ao glutaraldeído para processamento de endoscópios flexíveis

Cogitare enferm; 19 (3), 2014
Endoscópios flexíveis são fundamentais em diversas especialidades médicas; em geral são termossensíveis, semicríticos e submetidos à desinfecção de alto nível. O glutaraldeído é largamente utilizado para este fim, devido à alta compatibilidade e baixo custo, porém, a tolerância de micobac...