Resultados: 4

A mulher com idade igual ou superior a 50 anos e a epidemia de aids: percepção e ações de moradoras de uma comunidade de baixa renda

Dados epidemiológicos têm demonstrado crescente envolvimento da mulher idosa na epidemia de aids, esta constatação foi a motivação para a realização do presente estudo. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, que teve como referencial teórico a Antropologia Médica; para o tratamento dos dados ado...

Os sentidos da sobrevivência ao câncer: da perda do autocontrole ao otimismo e esperança

REME rev. min. enferm; 23 (), 2019
OBJETIVO: interpretar os sentidos atribuídos à sobrevivência ao câncer entre adoecidos adultos e idosos. MÉTODO: estudo exploratório com abordagem qualitativa com método narrativo e referencial da antropologia médica. Participaram do estudo 14 indivíduos adultos e idosos que já haviam concluíd...

Hegemonias corporificadas: dilemas morais no adoecimento pelo câncer de próstata

Rev. Esc. Enferm. USP; 53 (), 2019
RESUMO Objetivo Interpretar o significado atribuído à experiência do homem sobre o seu corpo durante o adoecimento pelo câncer de próstata. Método Pesquisa etnográfica com homens norteada pelo método narrativo e pelos referenciais teóricos da antropologia médica e das masculinidades. As inf...

Os sistemas de saúde popular e oficial sob a ótica de benzedeiras

Rev. enferm. UFPE on line; 9 (1,supl), 2015
Objetivo: compreender as aproximações e os distanciamentos entre os sistemas de saúde popular e oficial, a partir da visão de benzedeiras. Método: estudo exploratório e descritivo, de abordagem qualitativa, realizado com quatro benzedeiras em Maceió (AL). Os dados foram produzidos a partir de entr...