Caracterização de vítimas de traumatismo atendidas em um hospital de urgência

Rev. enferm. UFPE on line; 5 (9), 2011
Publication year: 2011

Objetivo:

descrever o perfil sociodemográfico das vítimas de trauma atendidas em um hospital de urgência em Sergipe.

Método:

trata-se de estudo ecológico, retrospectivo e quantitativo. A amostra foi constituída por 301 prontuários depacientes atendidos entre janeiro de 2006 e julho de 2008 no Hospital de Urgência de Sergipe. A coleta foi realizada noperíodo de setembro a dezembro de 2008, após autorização do Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Federal deSergipe sob o Protocolo n. 2448.0.000.107-08. As variáveis pesquisadas foram idade, sexo, causa externa, região corpóreamais gravemente afetada, tempo de permanência hospitalar, Escala de Coma Glasgow e desfecho. Os dados foramanalisados por meio do programa Statistical Package for the Social Sciences (SPSS) versão 16.0.

Resultados:

a idade médiafoi de 27,8 anos, com prevalência do sexo masculino (85,7%), indivíduos procedentes dos municípios de Sergipe, exceto acapital (56,2%), vítimas de acidente de transporte (47,2%) e agressão (27,6%), predomínio do traumatismocranioencefálico (61,5%), entre sexta e segunda-feira (71,5%), média de internamento de 10 dias e alta hospitalar (74,1%).

Conclusão:

a maior frequência de traumatismo cranioencefálico em adultos jovens do sexo masculino, vítimas deacidentes em fins de semana, sugerem a necessidade de intensificar estratégias de prevenção de acidentes de trânsitopara minimizar a ocorrência e possíveis consequências relacionadas ao traumatismo.