Custo de materiais hospitalares: o uso de seringas em uma Unidade de Terapia Intensiva

Rev. enferm. UFPE on line; 6 (2), 2011
Publication year: 2011

Objetivo:

identificar a quantidade média das seringas de tamanhos 1,3,5,10,20 e 60 mililitros (ml) utilizadas na Unidadede Terapia Intensiva (UTI).

Método:

trata-se de um estudo exploratório e avaliativo sobre o custo das seringas utilizadasem uma UTI com seis leitos de um hospital universitário,na cidade do Rio de Janeiro, Brasil. A coleta de dados foirealizada no período de agosto a dezembro de 2010 e em fevereiro de 2011, totalizando sete dias (um semana completa)em cada um dos meses, correspondendo a 42 dias de observação, sempre se iniciando na segunda-feira, antes dorecebimento do material no setor, e terminando na semana seguinte, antes do novo recebimento de material. A técnicautilizada foi a observação direta do processo logístico das seringas no setor, assim como, a análise documental dasrequisições de material para obtenção do quantitativo de seringas requeridas, recebidas e utilizadas, das prescriçõesmédicas e da tabela de preços de materiais hospitalares do Sistema Único de Saúde (SUS). Foram utilizados doisformulários para a coleta das informações sobre o quantitativo de seringas e o custo dos materiais. Esta pesquisa foiaprovada pelo Comitê de Ética em Pesquisa do HUGG, sob o Protocolo n 64/2010 e o CAE n. 0059.0.328.313-10.

Resultados:

os resultados apontaram um processo metodológico de controle assistemático e deficiente.

Conclusões:

revelou-se a necessidade de maior conhecimento sobre custos por parte dos enfermeiros, profissionais ligados diretamentea utilização e gestão desse material.