PERFIL DE MULHERES COM ÚLCERAS DA PERNA DECORRENTES DE DOENÇA FALCIFORME

Estima (Online); 19 (1), 2021
Publication year: 2021

Objetivo:

caracterizar o perfil de mulheres com úlceras da perna decorrentes da doença falciforme atendidas em uma instituição pública de saúde do Brasil.

Método:

estudo de coorte histórica realizado no setor ambulatorial com amostra de mulheres com doença falciforme e úlcera da perna, acompanhadas de 1998 a 2014. Os dados foram extraídos do prontuário e contemplaram variáveis sociodemográficas, clínicas e relacionadas à úlcera, e passaram por análise estatística descritiva.

Resultados:

das 17 mulheres, 64,7% obtiveram cura, 58,8% tinham idade entre 30 e 39 anos, 64,7% se autodeclaram pardas, 70,6% estavam sem parceiros, 41,2% possuíam ensino fundamental incompleto, 52,9% tinham renda de 2 a 3 salários mínimos, 70,6% eram eutróficas e 82,4% faziam uso de suplementos vitamínicos. As mulheres apresentaram o total de 29 úlceras, 52,9% tinham úlcera única, 41,4% localizadas na região maleolar, 55,17% com existência entre 2 e 36 meses, todas classificadas em estágio 3. O tratamento foi com coberturas e bota de Unna.

Conclusão:

as mulheres receberam cuidados de enfermeiros especialistas e a maioria obteve a cura com até oito meses de acompanhamento que demandou a consulta de enfermagem, contemplando a avaliação clínica, o tratamento tópico e aplicação da terapia de compressão.