Análise dos acidentes de trabalho do setor de atividade econômica comércio no município de Belo Horizonte
Analisis de los accidentes de trabajo en el sector comercial de la actividad economica en la ciudad de Belo Horizonte

REME rev. min. enferm; 15 (3), 2011
Publication year: 2011

Diante da constante mudança do processo de produção ao longo dos séculos e da consequente mudança do perfilepidemiológico na população trabalhadora, pesquisas atualizadas sobre a saúde do trabalhador e sobre acidentes detrabalho tornam-se importantes. No Brasil, na década de 1990, o setor terciário ganhou espaço e modificou a estruturade empregos no País. Dado o aumento dos postos de trabalho nesse setor, principalmente nas capitais brasileiras, énecessário verificar em quais aspectos a atual organização de emprego está interferindo na morbimortalidade dostrabalhadores. Desse modo, objetiva-se com este estudo descrever os acidentes de trabalho ocorridos no setor deatividade Comércio, buscando sua caracterização epidemiológica, no município de Belo Horizonte, no período de2004 a 2008. Os dados foram coletados no Sistema de Informação sobre Acidente de Trabalho (SIAT/SUS) da Gerência deSaúde do Trabalhador da Secretaria Municipal de Saúde. A amostra foi composta de 6.942 acidentes, sendo os homensos mais acometidos (81,1%) e a faixa etária de 20 a 29 anos a mais expressiva (62,6%). O acidente típico foi o mais comum(84,1%) e a ocupação repositor de mercadorias (10,8%) a mais representativa. A maioria dos acidentes aconteceu no distritosanitário Centro-Sul (30,5%) e o Hospital João XXIII foi a Unidade de Saúde que mais atendeu os acidentados (66,8%). Acausa mais comum foi queda/ choque/ perda de equilíbrio (22,1%). Com base nesses dados, tornou-se possível subsidiara construção de medidas de prevenção e políticas públicas específicas para os trabalhadores do setor.