Desafios da politica, da gestão e da assistência para a promoção da saùde no cotidiano dos serviços
Promocion de la salud en los servicios cotidianos: retos de la politica, de la gestion y de la asistencia

REME rev. min. enferm; 16 (2), 2012
Publication year: 2012

Neste estudo, são analisadas as políticas públicas de promoção da saúde e sua repercussão na gestão distrital e local,comfoco nas ações de promoção da saúde no cotidiano das práticas na rede básica de saúde. Este estudo caracteriza-secomodescritivo-exploratório de abordagem qualitativa, realizado nos municípios de Belo Horizonte e Contagem-MG.Para a coleta dos dados, foram utilizadas a análise documental e entrevistas com gestores, profissionais da atençãobásica e usuários e acompanhamento de práticas bem-sucedidas de promoção da saúde, reconhecidas e indicadaspelos profissionais nos serviços nos quais atuam. Os resultados revelam que, no cotidiano dos serviços, as iniciativasde promoção da saúde são incipientes e se sustentam em concepções que as aproximam da visão de negação dadoença. É significativa a distância entre a definição das políticas e a intencionalidade dos gestores de saúde no que serefere à promoção da saúde e às práticas cotidianas de gestão, assistência, participação e controle social dos serviços.A articulação intersetorial, condição para a promoção da saúde, é incipiente e representa um desafio. Conclui-se que apromoção da saúde constituiumaagenda comdescontinuidades Daíanecessidade de ações estratégicas intersetoriaispara sua efetivação, por meio das articulações que se estabelecem na política, na gestão e nas práticas profissionais.