Fatores relacionados a não adesão à realização do exame de Papanicolau
Factors related to non-adherence to the realization of the Papanicolaou test

Rev. RENE; 16 (4), 2015
Publication year: 2015

Objetivo:

identificar motivos para baixa adesão ao exame de Papanicolau entre mulheres atendidas na atenção primária de saúde.

Métodos:

estudo transversal. Coleta de dados realizada durante visitas domiciliares, aplicando-se questionário para caracterizar aspectos sociodemográficos, bem como os motivos para não adesão ao exame e sugestões facilitadoras para adesão.

Resultados:

das 169 mulheres, 67% estavam em idade reprodutiva e 73,9% cursaram o ensino fundamental. O não comparecimento para o exame previamente agendado foi devido, principalmente, às crenças e atitudes (36,1%) e à organização do serviço (25,4%). Os sentimentos referidos pelas mulheres durante o Papanicolau foram vergonha (55,6%), desconforto (32,5%) e dor (20,7%).

Conclusão:

embora o rastreamento do câncer de colo de útero seja fundamental para intervenção a tempo oportuno, significativa parcela das mulheres ainda não adere ao exame por mitos e tabus, crenças e atitudes em saúde, bem como organização do serviço.