A construção de protocolos assistenciais no trabalho em Enfermagem
The construction of assistance protocols in nursing work

REME rev. min. enferm; 22 (), 2018
Publication year: 2018

Objetivo:

analisar como ocorre a construção e discussão sobre os protocolos assistenciais em um hospital público de alta complexidade.

Método:

estudo qualitativo realizado por meio de grupos focais com 16 profissionais: enfermeiros, técnicos de enfermagem e membros da Comissão de Educação Permanente, cujas informações foram submetidas à análise temática. O estudo fundamenta-se na premissa freireana no que diz respeito à mudança ou transformação, problematização, diálogo e autonomia.

Resultados:

emergiram três categorias: os protocolos em meio à complexidade do contexto organizacional, os protocolos em meio à organização do trabalho em enfermagem e a educação permanente como estratégia para construção dos protocolos.

Conclusão:

as demandas do contexto hospitalar e a organização do trabalho de enfermagem necessitam ser repensadas numa perspectiva de minorar os entraves que dificultam a elaboração de protocolos. A educação permanente propicia o diálogo, a problematização da realidade e a constituição de novas formas de fazer o cuidado em saúde.(AU)