Perfil epidemiológico das gestantes atendidas no pré-natal de alto risco em um hospital de referência na cidade de Belém-PA

Nursing (Säo Paulo); 21 (243), 2018
Publication year: 2018

Objetivos:

conhecer o perfil epidemiológico das gestantes de alto risco e descrever quantitativamente o risco gravídico apresentado.

Método:

epidemiológico descritivo, abordagem quantitativa e prospectiva, com 127 gestantes matriculadas no prénatal de alto risco, na maior maternidade pública da Região Norte do país. Aplicou-se Formulário investigativo em uma entrevista estruturada, cujos dados foram analisados com o apoio do Software SPSS versão 20.0.

Resultado:

o estudo da frequência indicou maior número de gestantes encaminhadas ao serviço por hipertensão arterial (16,54%), apresentando somente uma patologia responsável pelo risco gestacional (72,44%), com as intercorrências ocorridas na atual gestação (44,09%), gerando feto com perímetro cefálico aparentemente normal (94,49%) e relatando as síndromes hemorrágicas como antecedentes obstétricos (36,22%).

Conclusão:

Mais estudos sobre a temática são necessários, solidificando as literaturas a respeito e servindo como embasamento para os profissionais os quais atuam em serviços pré-natais, de risco habitual e especializados, conforme a realidade/necessidade regional.(AU)