Sentimentos, expectativas e adaptação de idosos internados em instituição de longa permanência
Feelings, expectations and adaptation of elderly people living in a long-stay institution

REME rev. min. enferm; 22 (), 2018
Publication year: 2018

Objetivo:

identificar os sentimentos, as expectativas e a adaptação dos idosos ao processo asilar.

Método:

estudo descritivo com abordagem qualitativa, do qual participaram nove idosos de uma instituição de longa permanência de idoso no município de Santo Ângelo, Rio Grande do Sul, Brasil. A coleta dos dados ocorreu no mês de agosto de 2016, por meio de entrevistas semiestruturadas, gravadas em mídia digital e transcritas na íntegra. A análise dos dados se deu à luz da análise de conteúdo temática, evidenciando-se as seguintes categorias: sentimentos vivenciados ao ser internado em instituição de longa permanência de idosos; a adaptação do idoso ao processo de internação; pedidos, sonhos e expectativas do idoso institucionalizado.

Resultados:

dos entrevistados houve predomínio do sexo masculino – 55,5% (n= 5), com média de idade entre 60 e 77 anos 44,4% (n= 4), com prevalência do estado civil separados de 33,3% (n= 3).

Considerações finais:

consideram-se as ILPs importantes espaços para o cuidado qualitativo ao idoso, por isso, em seu planejamento e implantação devem-se incluir, além do conforto e acolhimento, ações que permitam ao residente o exercício da autonomia, a elevação da autoestima e o enfrentamento adequado ao processo do envelhecer.(AU)