Vivências do pai/homem no cuidado ao filho prematuro hospitalizado
Experiences of the father/man in care of the hospitalized premature child

REME rev. min. enferm; 22 (), 2018
Publication year: 2018

OBJETIVO:

apreender as representações do pai/homem frente ao cuidado ao filho prematuro e/ou de muito baixo peso hospitalizado, com o apoio de um protocolo de cuidados direcionados para o pai, realizado em uma unidade neonatal de um hospital-escola da região norte do Paraná.

MÉTODO:

trata-se de uma pesquisa de abordagem qualitativa com 15 pais entrevistados entre junho e dezembro de 2016. Para a análise, utilizou-se o referencial teórico das representações sociais, seguindo-se o método do discurso do sujeito coletivo (DSC).

RESULTADOS E DISCUSSÃO:

após a análise dos dados emergiram cinco ideias centrais: prazer em cuidar; reforço da identidade paterna; superação do medo; apropriação do papel de cuidador; e a importância da permanência na unidade de internação.

CONSIDERAÇÕES FINAIS:

é necessário que a figura paterna esteja mais presente durante a internação hospitalar de um filho prematuro e, consequentemente, mais inserida na realização dos cuidados.(AU)