Resultados: 9

Rede de apoio social da família para o cuidado da criança com paralisia cerebral

Rev. enferm. UERJ; 27 (), 2019
Objetivo: analisar a rede de apoio social utilizada pela família para cuidar a criança com paralisia cerebral. Método: pesquisa qualitativa, descritiva, realizada com 12 mães de crianças com paralisia cerebral atendidas em unidade de pediatria do Hospital Universitário de Rio Grande. Os dados foram...

Sentimentos gerados na família pela internação hospitalar da criança

J. nurs. health; 9 (2), 2019
Objetivo: conhecer os sentimentos gerados na família pela internação hospitalar da criança. Métodos: estudo qualitativo, realizado no município do Rio Grande, com 21 familiares acompanhantes de crianças internadas, por meio de entrevista semiestruturada e dados tratados por análise temática. O e...

Dificuldades encontradas pela família no cuidado à criança/adolescente com HIV

Rev. enferm. UERJ; 27 (), 2019
Objetivo: conhecer as dificuldades encontradas pela família para o cuidado à criança/adolescente com HIV. Metodologia: pesquisa qualitativa realizada em um Hospital Dia no sul do Brasil em 2018. Participaram 20 familiares cuidadores de crianças/adolescentes soropositivas. Os dados foram coletados por...

Sífilis congênita no recém-nascido: repercussões para a mãe

Rev. enferm. UERJ; 27 (), 2019
Objetivo: conhecer as repercussões do diagnóstico da Sífilis Congênita no recém-nascido para a mãe. Método: pesquisa qualitativa desenvolvida com 15 mães de recém-nascidos com Sífilis Congênita e internados em um hospital público do sul do Brasil. Os dados foram coletados por entrevistas semi...

Cuidado à criança e ao adolescente com diabetes mellitus tipo 1

Objetivo: conhecer as estratégias utilizadas pela família para o cuidado à criança e ao adolescente com Diabetes Mellitus tipo 1. Método: trata-se de um estudo qualitativo, exploratório e descritivo desenvolvido com 12 familiares cuidadores. Coletaram-se os dados por meio de entrevistas semiestrutu...

Síndrome da imunodeficiência humana na criança: repercussões para a família

Objetivo: conhecer as repercussões do diagnóstico de crianças com o vírus da imunodeficiência humana para a família. Método: trata-se de um estudo qualitativo e descritivo realizado com dez familiares, em um Hospital Dia. Coletaram-se os dados por entrevistas semiestruturadas submetendo-os à téc...

Percepção do familiar numa unidade pediátrica acerca do cuidado de enfermagem

Rev. enferm. UFPE on line; 12 (12), 2018
Objetivo: conhecer a percepção do familiar acerca do cuidado de enfermagem numa unidade pediátrica. Método: trata-se de estudo qualitativo, descritivo, exploratório, com 21 familiares. Coletaram-se os dados por meio de entrevistas semiestruturadas, analisadas pela técnica de Análise de Conteúdo n...

Vivências do familiar frente ao diagnóstico de diabetes mellitus na criança/adolescente

J. nurs. health; 9 (1), 2019
Objetivo: identificar as vivências do familiar frente ao diagnóstico de Diabetes Mellitus na criança/adolescente. Métodos: pesquisa qualitativa, realizada com 15 familiares de crianças/adolescentes do Centro Integrado de Diabetes de um Hospital Universitário do sul do Brasil. Coletou-se os dados no...

Percepção do familiar cuidador acerca dos problemas enfrentados pela criança frente o diagnóstico de hiv/aids

Cogitare enferm; 22 (4), 2017
Objetivou-se conhecer a percepção do familiar cuidador acerca dos problemas enfrentados pela criança frente o diagnóstico de Síndrome da Imunodeficiência Humana. Realizou-se pesquisa qualitativa, exploratória e descritiva em um Hospital Dia referência do sul do país, no se...