Resultados: 18

Qualidade de vida e doenças autorreferidas em mulheres de apenados

Objetivo: analisar a qualidade de vida e identificar doenças autorreferidas em mulheres de apenados. Método: tratase de um estudo quantitativo, descritivo, transversal, com 349 mulheres de apenados em três penitenciárias. Coletaram-se os dados por meio de dois instrumentos. Analisaram-se as informaç...

Vulnerabilidade para IST/aids em mulheres encarceradas

A condição de vulnerabilidade às infecções sexualmente transmissíveis e à Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (IST/aids) é aumentada nas mulheres encarceradas. Os fatores associados a esse aumento estão relacionados às condutas sexuais adotadas por essas mulheres, em que a multiparceria, a...

A saúde dos homens privados de liberdade no Brasil

Objetivo: analizar las producciones científicas nacionales sobre la atención médica de los hombres en el contexto penitenciario. Método: revisión integral de la literatura siguiendo seis pasos. Las búsquedas se realizaron en una base de datos - Literatura Latinoamericana y del Caribe en Ciencias de...

Fatores associados à violência contra mulher na vida pregressa de mulheres encarceradas

REME rev. min. enferm; 23 (), 2019
Sob o olhar da saúde pública, a desproporcional carga de doença física e psiquiátrica no sistema carcerário apresenta um desafio e uma oportunidade para ações interdisciplinares em todo o mundo. OBJETIVO: verificar a prevalência e os fatores associados à violência na vida pregressa das reeduca...

Teses e dissertações da enfermagem brasileira sobre saúde da mulher no sistema prisional

Rev Rene (Online); 20 (1), 2019
Objetivo: caracterizar a produção brasileira de teses e dissertações em enfermagem sobre a saúde de mulheres no sistema prisional. Métodos: estudo bibliométrico, a partir do panorama da produção científica, no âmbito da Pós-Graduação em Enfermagem brasileira, com coleta de dados no...

A saúde e sua relação com a ressocialização das presidiárias

Objetivo: analisar a relação que o acesso à saúde de mulheres encarceradas pode ter com o processo de ressocialização. Método: trata-se de estudo qualitativo, tipo descritivo. Fundamentar-se-á o processo no referencial teórico da fenomenologia sociológica de Alfred Schutz. Realizar-se-á a pesq...

Saúde e doença: concepções e necessidades percebidas no sistema penitenciário

Rev. enferm. UFPE on line; 9 (1,supl), 2015
Objetivo: compreender as concepções e as necessidades percebidas dos detentos do sistema penitenciário do Estado da Paraíba. Método: estudo descritivo, com abordagem qualitativa, realizado entre os meses de fevereiro e dezembro de 2012. A amostra foi encerrada em 53 apenados com auxílio da técnica...

Ações de prevenção e enfrentamento das IST/AIDS vivenciadas por mulheres encarceradas

Rev. enferm. UERJ; 27 (), 2019
Objetivo: analisar ações de prevenção e enfrentamento das IST/AIDS em mulheres encarceradas, considerando as dimensões de vulnerabilidade. Método: pesquisa qualitativa com aporte teórico-metodológico da Narrativa de Vida de Bertaux. Teve como cenário de estudo o Conjunto Penal de Jequié-BA. Os ...

Representações de mulheres encarceradas sobre gestar na prisão

Rev. enferm. UFPE on line; 12 (11), 2018
Objetivo: compreender as representações sociais de gestantes e puérperas encarceradas sobre o gestar enquanto vivendo em Colônias Penais. Método: trata-se de estudo qualitativo, embasado no referencial teórico-metodológico das Representações Sociais, com 19 mulheres encarceradas em Colônias Pen...

Perfil socioeconômico e sexual de mulheres privadas de liberdade

Objetivo: identificar o perfil sexual de mulheres privadas de liberdade. Métodos: estudo quantitativo, descritivo, corte transversal, envolvendo 56 detentas. A coleta de dados, na Cadeia Municipal, contemplou dados de caracterização sexual. Resultados: evidenciaram menarca e coitarca precoce, pouca va...