Resultados: 4

Não vai acontecer: percepção de universitários sobre práticas sexuais e vulnerabilidade às infecções sexualmente transmissíveis

Rev. enferm. UERJ; 28 (), 2020
Objetivo: identificar as práticas sexuais de jovens universitários em seus relacionamentos afetivos e analisar a percepção dos estudantes em relação à vulnerabilidade às Infecções Sexualmente Transmissíveis. Método: estudo descritivo, qualitativo, realizado em 2016, no Rio de Janeiro, com 30 ...

Práticas sexuais, conhecimento e comportamento dos universitários em relação às infecções sexualmente transmissíveis

Objetivo: Identificar e avaliar as práticas, o conhecimento e comportamento dos estudantes universitários em relação às Infecções Sexualmente Transmissíveis. Método: Estudo descritivo, quantitativo, realizado em universidade pública, no Rio de Janeiro com 255 estudantes que responderam a um que...

Práticas sexuais e cuidados relacionados à saúde sexual de graduandos de enfermagem frente às infecções sexualmente transmissíveis

Rev. enferm. UFSM; 9 (), 2019
Objetivo: identificar as práticas sexuais e os cuidados com a saúde sexual de graduandos de enfermagem frente às infecções sexualmente transmissíveis. Método: estudo transversal descritivo quantitativo, realizado em duas instituições de ensino superior do Rio de Janeiro, com 250 estudantes. Para...

Práticas sexuais de jovens universitários e a vulnerabilidade às Infecções Sexualmente Transmissíveis

Esse estudo é integrado a pesquisa “Sexualidade e vulnerabilidade dos jovens em tempos de Infecções Sexualmente Transmissíveis”, e tem como objetivo geral analisar a vulnerabilidade dos jovens universitários às Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST). E como objetivos específicos: identi...