Resultados: 239

SABER G-­ESTAR: construção e validação de um aplicativo móvel para educação em saúde no ciclo gravídico-puerperal

Introdução: a partir dos anos 2000, houve o advento das Tecnologias Digitais da Informação e Comunicação (TDIC) com a popularização do uso de dispositivos móveis e o surgimento dos aplicativos, facilitando a difusão de informações e orientações em saúde para a população, contribu...

Atendimento do parto sob um modelo obstétrico de trinômio, seu significado a partir do ponto de vista de casais

Objetivo: interpretar o significado do acompanhamento do pai durante o atendimento perinatal. Metodologia: pesquisa qualitativa, descritiva, sustentada pela teoria das representações sociais; participaram 34 casais, selecionados por terem sido atendidos durante toda a etapa perinatal; coleta de dados m...

As sessões de preparação para o parto e a satisfação das mulheres com o seu trabalho de parto e parto

As sessões de preparação para o parto (PPP) são tidas como uma mais-valia para com as mulheres grávidas, no sentido de lhes proporcionarem conhecimentos e habilidades de forma que consigam gerir o seu trabalho de parto e parto (TP/P), garantindo uma experiência satisfatória. Objectivo: Conhecer a ...

Benefícios da posição verticalizada da mulher durante o segundo estadio de trabalho de parto

A enfermagem de saúde materna e obstétrica exige ao EESMO uma intervenção especializada com a competência nos domínios da responsabilidade profissional, ética e legal, melhoria contínua da qualidade, gestão dos cuidados e desenvolvimento das aprendizagens profissionais, bem como a aquisição da...

Percepção da mulher quanto à assistência ao parto

Rev. enferm. UFPE on line; 10 (supl. 2), 2016
Objetivos: analisar a percepção da mulher relacionada à assistência ao parto e identificar as dificuldades ocorridas durante esse processo. Método: estudo de abordagem qualitativa, com 10 puérperas, desenvolvido durante o mês de fevereiro de 2015, no hospital universitário de Alagoas, Nordeste do...

Evolução de indicadores maternos a partir do Sistema de Informação Sobre Nascidos Vivos

Rev. enferm. UFPE on line; 10 (supl. 2), 2016
Objetivos: delinear as características maternas e avaliar os indicadores de saúde materna por meio do SINASC. Método: estudo retrospectivo e longitudinal com abordagem quantitativa. A população foi constituída por 18.065 nascimentos ocorridos em São Luís/MA, no ano de 2012, selecionados a partir ...

Perfil das gestantes e a assistência obstétrica de risco habitual em uma maternidade pública

Objetivo: delinear o perfil social e obstétrico das mulheres assistidas em uma maternidade pública. Método: estudo descritivo, retrospectivo, com abordagem quantitativa realizado por meio de levantamento documental de 845 mulheres assistidas em uma maternidade pública do Estado do Rio Grande do Sul n...

Caracterização do modelo assistencial ao parto e nascimento realizado por residentes de enfermagem obstétrica

Enferm. foco (Brasília); 12 (4), 2021
Objetivo: caracterizar o modelo assistencial ao parto e nascimento realizado por residentes de um programa estadual de residência na região central do Brasil e verificar o impacto desse modelo assistencial na repercussão clínica materna e neonatal. Método: trata-se de um estudo transversal, retrospe...