Resultados: 3

Prevalência da medicalização do trabalho de parto e parto na rede pública de saúde

Ciênc. cuid. saúde; 15 (4), 2016
RESUMO O estudo teve por objetivo verificar a prevalência da medicalização do trabalho de parto e parto na rede pública de saúde. Foi realizado um estudo transversal com 358 puérperas atendidas pelo Sistema Único de Saúde. As entrevistas foram feitas no hospital no período pós-parto e os prontu...

Consulta ginecológica e a relação profissional-cliente: perspectiva de usuárias

Rev. enferm. UERJ; 24 (4), 2016
Objetivo: descrever a perspectiva de mulheres sobre a consulta ginecológica a partir da relação profissional-cliente. Método: estudo descritivo, qualitativo, realizado em um campus universitário no Rio de Janeiro, entre julho e setembro/2014. Foram entrevistadas 11 mulheres que frequentam esse campu...

A medicalização e patologização na perspectiva das mulheres transexuais: acessibilidade ou exclusão social

Rev. enferm. UERJ; 25 (), 2017
Objetivos: descrever a percepção das mulheres transexuais acerca do acesso e tratamento no processo transexualizador e discutir a visão das mesmas em relação à patologização e medicalização. Método: pesquisa descritiva, qualitativa, com 40 mulheres transexuais, realizada entre dezembro de 2016...