Resultados: 27

Evolução da completude das informações sobre mortalidade neonatal em Minas Gerais

Objetivo: analisar a evolução temporal e a qualidade das informações sobre a mortalidade neonatal em Minas Gerais. Métodos: estudo ecológico e de tendência temporal, utilizando informações relacionadas as Declaração de Óbito neonatal disponibilizadas em sistema eletrônico de domínio públic...

Avaliação dos comitês de prevenção de óbitos maternos, fetais e infantis de uma região do estado de Minas Gerais, Brasil

REME rev. min. enferm; 24 (), 2020
Introdução: a redução da mortalidade materna e infantil é prioridade internacional e nacional devido ao alto potencial de evitabilidade desses óbitos. Os Comitês de Prevenção de Óbitos Maternos, Fetais e Infantis se configuram como um importante mecanismo de vigilância da mortalidade materna e...

Implantação do esgotamento sanitário, impacto na taxa de mortalidade infantil

Objetivo: avaliar o impacto da implantação do serviço de esgotamento sanitário na taxa de mortalidade infantil. Método: trata-se de um estudo quantitativo, analítico, exploratório, de corte longitudinal. Elencaram-se, como amostra crianças na faixa etária de 0-1 ano de idade. Utilizou-se, como i...

Mortalidade infantil evitável e vulnerabilidade social no vale do jequitinhonha, Minas Gerais, Brasil

REME rev. min. enferm; 23 (), 2019
OBJETIVO: analisar a ocorrência de mortalidade infantil segundo critérios de evitabilidade e de vulnerabilidade social no Vale do Jequitinhonha, Minas Gerais. MÉTODOS: estudo transversal realizado com dados dos sistemas de informação do Ministério da Saúde, entre 2009 e 2014. Foi considerado o ín...

Crianças menores de 5 anos ainda morrem por desnutrição?

Objetivo: buscou-se analisar a tendência da mortalidade por desnutrição em menores de 5 anos residentes no Brasil. Método: trata-se de estudo ecológico, de séries temporais, sobre mortalidade por desnutrição em crianças brasileiras menores de cinco anos, de 2003 a 2016. Coletaram-se os dados em ...

Impacto da implantação da rede cegonha nos óbitos neonatais

Objetivo: descrever o impacto da implantação da Rede Cegonha nos óbitos neonatais por causas evitáveis. Método: trata-se de um estudo quantitativo, descritivo, onde foram incluídos os óbitos neonatais por causas evitáveis por uma adequada assistência à mulher na gestação, parto e ao recém-na...

Perfil dos óbitos infantis: um reflexo da assistência à saúde

Objetivo: analisar o perfil dos óbitos infantis segundo a faixa etária. Método: trata-se de um estudo quantitativo, descritivo, de base populacional, sobre o óbito infantil. Obtiveram-se os dados pelo DATASUS, organizando-os e analisando-os no programa Microsoft® Excel. Realizou-se o cálculo das ta...

Evitabilidade do óbito infantil e fetal: interlocução entre comitê e atenção primária à saúde

Cogitare enferm; 24 (), 2019
RESUMO Objetivo: evidenciar como ocorre a interlocução entre o Comitê de Prevenção do Óbito Materno, Infantil e Fetal e a Atenção Primária à Saúde no município de Florianópolis, Santa Catarina. Método: estudo de caso único, com abordagem qualitativa, que teve como contexto o referido Com...

Determinantes dos óbitos infantis hospitalares e não hospitalares nos municípios do Vale do Jequitinhonha, Minas Gerais

Introdução: A mortalidade infantil (MI) é um indicador de iniquidades em saúde e possui etiologia multifatorial. Os determinantes relacionados às mortes infantis apontam para circunstâncias de fragilidades socioeconômicas, disparidades no acesso e na assistência à saúde. O local de ocorrência ...

Perfil epidemiológico dos óbitos neonatais da Unidade de Terapia Intensiva

Objetivo: caracterizar o perfil epidemiológico da mortalidade neonatal na UTIN. Método: trata-se de um estudo quantitativo, de levantamento de situação de saúde, retrospectivo, utilizando-se a ficha de investigação e a declaração de óbito do recém-nascido (RN), de janeiro de 2015 a dezembro de...