Resultados: 12

Rede e apoio social da família no cuidado à criança com paralisia cerebral

Introdução: Paralisia Cerebral é uma condição clínica não progressiva do cérebro imaturo que afeta o desenvolvimento do movimento e da postura. Objetivo: Compreender a percepção da família de crianças com paralisia cerebral acerca da rede e apoio social. Método: Estudo qualitativo, aprovado ...

Rede de apoio social da família para o cuidado da criança com paralisia cerebral

Rev. enferm. UERJ; 27 (), 2019
Objetivo: analisar a rede de apoio social utilizada pela família para cuidar a criança com paralisia cerebral. Método: pesquisa qualitativa, descritiva, realizada com 12 mães de crianças com paralisia cerebral atendidas em unidade de pediatria do Hospital Universitário de Rio Grande. Os dados foram...

Percepções de mães de crianças com paralisia cerebral: um olhar sobre o passado e o futuro

Objetivo: compreender as percepções de mães de crianças com paralisia cerebral acerca dos cuidados realizados e aprendizados vividos a partir desse diagnóstico. Método: utilizou-se Inventário Sociodemográfico, Sistema de Classificação da Função Motora Grossa e Roteiro de Entrevista. Participa...

Vivências de famílias no cuidado de adolescentes com paralisia cerebral

Rev. enferm. UFSM; 9 (), 2019
Objetivo: compreender as vivências das famílias no cuidado de adolescentes com paralisia cerebral. Método: pesquisa qualitativa, fenomenológica, realizada no domicílio de cinco famílias situadas na região centrooeste de Minas Gerais, de abril a agosto de 2017. Após a aprovação do comitê de ét...

Rede de apoio social à família da criança com paralisia cerebral

Objective: The study’s goal has been to gain further understanding about the social support networks of families with cerebral palsy bearing children. Methods: It is a descriptive-exploratory study with a qualitative approach, which was carried out in the Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais ...

O impacto do diagnóstico de paralisia cerebral na perspectiva da família

REME rev. min. enferm; 23 (), 2019
OBJETIVO: conhecer as reações da família à revelação do diagnóstico de paralisia cerebral do filho. METODOLOGIA: pesquisa com abordagem qualitativa, exploratório-descritiva, desenvolvida com 10 participantes na Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) de uma cidade localizada ao sul ...

Atenção profissional à criança com paralisia cerebral e sua família

Rev. enferm. UERJ; 25 (), 2017
Objetivo: analisar a atenção dos profissionais de saúde no cuidado à família e à criança com paralisia cerebral. Método: pesquisa qualitativa, descritiva, realizada com sete familiares de crianças com paralisia cerebral atendidas há mais de 6 meses em uma clínica escola de João Pessoa, Paraí...

Perfil epidemiológico das crianças com paralisia cerebral em atendimento ambulatorial

Rev. enferm. UERJ; 25 (), 2017
Objetivo: descrever o perfil de pais e crianças com paralisia cerebral assistidas em ambulatórios de Fortaleza, Ceará. Método: foi realizada pesquisa de abordagem quantitativa, com 122 pais de crianças com PC, nos meses de outubro/2012 a janeiro/2013, em que foi aplicado um questionário com aspecto...

O acompanhamento fisioterapêutico de crianças com sequelas de paralisia cerebral atendidas no NASF do município de Alagoa Nova

A Fisioterapia tem se tornado cada vez mais importante na atuação dos NASF de todo o país; aos poucos foi inserida gradativamente na Atenção Básica, deixando de ser essencialmente voltada para o processo de reabilitação e passando fortemente a ter também enfoque na promoção da saúde e na prev...

Demanda de apoio social pela família da criança com paralisia cerebral

Rev. eletrônica enferm; 16 (2), 2014
A Paralisia Cerebral (PC) tem repercussão significativa na família. O objetivo deste trabalho foi conhecer as demandas de apoio social que a família da criança com PC tem e como elas repercutem no cuidado que presta à criança. Trata-se de pesquisa descritiva-exploratória, com abordagem qualitativa...