Resultados: 98

A religiosidade dos idosos: significados, relevância e operacionalização na percepção dos profissionais de saúde

Rev. enferm. UERJ; 12 (1), 2004
Objetivamos identificar os significados de religiosidade para profissionais de saúde, a percepção de profissionais de saúde de idosos e caracterizar a sua atuação na área ao realizar o atendimento ao idoso. Desenvolvemos pesquisa explorátoria junto a alunos de um Curso de Especialização de Gero...

Desenvolvendo pessoas: estratégias didáticas facilitadoras para o autoconhecimento na formacão do enfermeiro

Rev. latinoam. enferm; 10 (4), 2002
Estudo elaborado partindo-se da disciplina Saúde Mental-I sobre o desenvolvimento do enfermeiro por meio do estímulo ao autoconhecimento. Foram objetivos refletir sobre o autoconhecimento como ferramenta na formacão do enfermeiro e analisar estratégias didáticas facilitadoras ao desenvolvimento dess...

Intervenção grupal com enfoque no cuidado emocional: relato de uma experiência

Rev. bras. enferm; 55 (4), 2002
A atenção à saúde emocional do ser humano deve estar focalizada em qualquer circunstância do seu desenvolvimento, necessitando de enfoque especial no momento de adoecimento do indivíduo, pois, nessa circunstância, vemos surgir fragilidade, medo, desconforto e ansiedade, comuns na situação de hos...

Reflexöes sobre o ensino de dinâmica de grupo para alunos de graduaçäo em enfermagem

Rev. Esc. Enferm. USP; 33 (4), 1999
Este artigo resgata, descreve e remete a uma reflexäo sobre nossa experiência com o ensino de dinâmica de grupos para graduandos de enfermagem, iniciada em 1992. Focaliza a questäo da enfermagem e o trablho com grupos; a estrutura, conteúdo e desenvolvimento da disciplina....

Grupos de apoio/suporte e grupos de auto-ajuda: aspectos conceituais e operacionais, semelhanças e diferenças

Rev. enferm. UERJ; 5 (1), 1997
Atividades em grupo é uma prática dos enfermeiros brasileiros frequentemente apresentada em congressos científicos e na literatura. Entre as modalidaes desse trabalho destacamos o desenvolvimento de grupos de apoio/suporte e de auto-ajuda; por serem recentes na prática dos enferemiros, possuem peculi...

Saúde mental em clientes cirúrgicos: o desenvolvimento de açöes de enfermagem através do grupo de suporte/apoio

Rev. bras. enferm; 51 (1), 1998
A utilizaçäo de grupos como recurso para atender pacientes tem sido uma modalidade frequente na assistência de Enfermagem. O objetivo deste estudo foi utilizar o grupo de suporte/apoio para a abordagem do paciente cirúrgico internado, visando diminuir a ansiedade presente nessas situaçöes. A pesqui...

Processo grupal em enfermagem: possibilidades e limites

Rev. bras. enferm; 50 (1), 1997
Este trabalho descreve nossa trajetória de estudo e reflexäo sobre a utilizaçäo de grupos na assistência. Através de uma perspectiva qualitativa buscamos identificar, na percepçäo dos entrevistados, aspectos que os motivam para essa atividade, suas fontes de aprendizagem e os pontos relevantes da...