Resultados: 268

Perspectivas da enfermagem sobre o protocolo da sepse materna: análise à luz da teoria da complexidade

Av. enferm; 38 (3), 2020
Objetivo: analisar as perspectivas da equipe de enfermagem sobre a implementação do protocolo da sepse materna à luz da teoria da complexidade. Método: estudo descritivo com abordagem qualitativa fundamentada no pensamento complexo de Edgar Morin. Foi realizada entrevista individual com 13 profissio...

Adesão à consulta puerperal: facilitadores e barreiras

Resumo Objetivos identificar a prevalência de adesão e não adesão à consulta puerperal, assim como facilitadores e barreiras, entre puérperas assistidas em um hospital de ensino. Método estudo de coorte prospectivo, realizado com 121 puérperas, no período de agosto a dezembro de 2019, nas depe...

Dificuldades maternas no cuidado domiciliar a recém-nascidos

Rev Rene (Online); 21 (), 2020
RESUMO Objetivo analisar a associação entre dificuldades maternas no cuidado domiciliar a recém-nascidos e paridade. Métodos estudo transversal, realizado na Atenção Primária em Saúde de um município brasileiro. A amostra foi constituída por 247 puérperas, cujos dados foram coletados por m...

Desenvolvimento e validação de cartilha educativa para saúde e bem-estar no pós-parto

Rev Rene (Online); 21 (), 2020
RESUMO Objetivo desenvolver e validar o conteúdo e a aparência de cartilha educativa para o autocuidado de puérperas. Métodos pesquisa metodológica, composta por cinco fases. Na Fase 1, realizou-se revisão integrativa e grupo focal para selecionar o conteúdo. Na Fase 2, criaram-se as ilustraç...

Concepção de mulheres sobre vivência com vírus da imunodeficiência humana e impossibilidade de amamentar

Rev. baiana enferm; 34 (), 2020
Objetivos: discutir a concepção de mulheres sobre a vivência com o vírus da imunodeficiência humana e a impossibilidade de amamentar. Método: estudo descritivo, exploratório, com abordagem qualitativa, realizado com 12 mulheres em um hospital universitário no Rio de Janeiro, Brasil. A coleta de ...

Práticas convencionais do parto e violência obstétrica sob a perspectiva de puérperas

Rev. baiana enferm; 34 (), 2020
Objetivo: compreender a experiência de puérperas com as práticas convencionais do parto e violência obstétrica. Método: estudo qualitativo, descritivo e exploratório, realizado com oito mulheres em unidades de Atenção Básica de um município da Bahia. A coleta de dados foi feita por meio de en...

Enfermeiras obstétricas no processo de parturição: percepção das mulheres

Rev. enferm. UERJ; 28 (), 2020
Objetivo: conhecer a percepção das mulheres sobre a assistência no trabalho de parto, parto e nascimento realizada por enfermeiras obstétricas em um hospital público do Sul do Brasil. Método: estudo qualitativo, descritivo-exploratório, desenvolvido em fevereiro de 2019. Participaram 24 mulheres n...

Antecedentes sociodemográficos e obstétricos na autoeficácia materna em amamentar: estudo em painel

OBJETIVO: Analisar a associação das médias dos escores da escala de autoeficácia da amamentação – versão abreviada (BSEF-SF) com variáveis sociodemográficas e obstétricas. MÉTODOS: Estudo quantitativo, longitudinal do tipo painel, desenvolvido em seis Unidades Básicas de Saúde da Família ...

Vivência das mães no seguimento do recém-nascido: um estudo fenomenológico

OBJETIVO: Apreender a vivência das mães quanto ao seguimento do seu filho pelo serviço de atenção primária após alta da maternidade. MÉTODOS: Pesquisa qualitativa com utilização do referencial da Fenomenologia Social de Alfred Schütz. Participaram 23 mães mediante entrevista no domicílio em ...

Fatores associados aos impedimentos para a amamentação precoce: estudo descritivo

OBJETIVO: verificar se o quarto dos “dez passos para o sucesso do aleitamento materno” é realizado em um hospital da região noroeste do Paraná. MÉTODO: estudo exploratório, descritivo, de abordagem quantitativa, realizado com 40 gestantes em trabalho de parto no período de julho a outubro de 20...