Resultados: 201

Déficit de mobilidade em idosa senil e em depressão: relato de caso

CuidArte, Enferm; 14 (2), 2020
Introdução: Senilidade é definida como alterações não fisiológicas do envelhecimento, capaz de acarretar vários problemas na saúde individual, inclusive depressão, considerada um transtorno mental comum entre idosos, resultante de uma complexa interação biopsicossocial e que prejudica a quali...

Concepção de pessoas idosas sobre grupos de convivência

Objetivo: analisar a concepção de pessoas idosas sobre grupos de convivência. Método: estudo descritivo, exploratório, de abordagem qualitativa, tendo como colaboradores 16 pessoas idosas que frequentavam grupos de convivência. A coleta das informações se deu através da utilização da técnica ...

Significados del cuidado construidos por cuidadores de personas mayores

Rev. cienc. cuidad; 18 (1), 2021
ntroducción: En el marco de un proceso formativo en 5 ciudades de Colombia, impartido por la Universidad de Antioquia y financiado por PROTECCIÓN S.A. entre los años 2018 – 2020, se planteó como obje-tivo: analizar los significados del cuidado que construyen los cuidadores de personas m...

Envelhecimento - indicadores de depressão em idosos

CuidArte, Enferm; 14 (2), 2020
Introdução: A depressão tem aumentado, inclusive na população de idosos, prejudicando a qualidade de vida. Tristeza persistente, falta de interesse e reduzida energia, sintomas clássicos da depressão, afetam o funcionamento cotidiano e devem ser identificados e tratados. Objetivos: Identificar a p...

Avaliação do perfil da resiliência e fatores associados em idosos comunitários

Rev. enferm. UERJ; 28 (), 2020
Objetivo: identificar a prevalência de resiliência em idosos comunitários e sua relação com o apoio social e a satisfação com a vida. Método: estudo transversal, realizado com 159 idosos. Os dados foram obtidos por meio das escalas de Resiliência, Apoio Social e Satisfação com a vida. Resultad...

Idosos muito velhos: perfil sociodemográfico, de saúde e longevidade

Objetivo: descrever o perfil sociodemográfico, de saúde e longevidade de idosos. Método: trata-se de um estudo quantitativo, descritivo, realizado com 524 idosos, cadastrados em Unidades de Saúde da Família, por meio de entrevistas nos seus domicílios. Incluíram-se participantes de ambos os sexos,...

Adaptação dos componentes da síndrome de fragilidade e avaliação da fragilização dos idosos residentes no município de São Paulo

Fragilidade é uma síndrome clínica caracterizada pela redução da reserva de energia e pela resistência diminuída aos estressores, quadro esse resultante do declínio cumulativo das funções fisiológicas que causam maior vulnerabilidade às condições adversas. Embora não exista, até o momento...

Satisfação com a vida, qualidade de vida e capacidade funcional de octogenários hospitalizados

REME rev. min. enferm; 24 (), 2020
RESUMO Objetivos: correlacionar satisfação com a vida com qualidade de vida e capacidade funcional em idosos hospitalizados. Método: estudo transversal com 128 octogenários. Aplicados instrumentos de qualidade de vida da Organização Mundial da Saúde, Escalas de Satisfação com a Vida e Katz. R...

Necessidades de cuidado de idosos que vivem sozinhos: uma visão intersetorial

Rev Rene (Online); 21 (), 2020
RESUMO Objetivo compreender a visão de profissionais da área da saúde e do direito acerca do cuidado a idosos fragilizados que vivem sozinhos. Métodos pesquisa qualitativa, realizada por meio de entrevistas com profissionais da área da saúde e do direito, tendo como disparador uma vinheta, cont...